Em Salvador, policial bate em jovem e faz xingamentos racistas e homofóbicos

O policial diz que o cabelo afro do jovem não é de trabalhador e o chama de 'viado' enquanto dá chutes no rapaz

Em Salvador, policial bate em jovem e faz xingamentos racistas e homofóbicos

Sociedade

No último domingo 2, em pleno pré-carnaval na cidade de Salvador, na Bahia, um policial agrediu um jovem e fez xingamentos racistas e homofóbicos. Os moradores filmaram o momento da agressão no qual o militar chuta e dá murros no rapaz enquanto faz insultos ao se referir ao cabelo dele. Veja o momento no vídeo abaixo:

“Você para mim é ladrão, você é vagabundo. Olha essa desgraça desse cabelo aqui. Tire aí vá, essa desgraça desse cabelo aqui. Você é o quê? Você é trabalhador, ‘viado’? É?”, grita o militar, enquanto puxa um boné que a vítima usava.

Depois de agredir o jovem, o policial entrou na viatura e deixou o local. Em nota, a Polícia Militar informou que o vídeo será encaminhado para a Corregedoria Geral da PM para ser analisado. A PM disse ainda que não preconiza com a violência e rechaça todo e qualquer tipo de conduta violenta.

Em seu Twitter, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), diz que a ação do policial é inaceitável, inadmissível e que não reflete o comportamento e os ideais da instituição. “Determinei apuração rigorosa e imediata da Corregedoria da Polícia Militar com as devidas punições legais aos responsáveis e divulgação para a sociedade das medidas adotadas. Para que esses casos isolados não possam continuar comprometendo a imagem da instituição”, disse o petista.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem