Sociedade

Cidade de São Paulo tem aumento de homicídios, latrocínios e estupros

A capital paulista vai contra os índices do Estado que tiveram melhoras em janeiro deste ano, em comparação com mesmo período do ano passado

Créditos: EBC
Créditos: EBC

Dados da violência divulgados na segunda-feira 24 pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) mostram que a A cidade de São Paulo registrou aumento no número de casos de homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e estupros em janeiro de 2020 em comparação com o mesmo mês do ano passado.

O aumento mais expressivo foi em relação aos latrocínios, que tiveram alta de 33,3%, se comparados os 8 casos registrados no município em janeiro de 2020, contra 6 em janeiro de 2019. Os homicídios dolosos tiveram alta de 21,8%, com 67 casos de homicídio na capital paulista em janeiro de 2020, ante 55 registros em janeiro de 2019.

 

Em relação aos estupros, a elevação foi de 13,3% em janeiro, se comparado os 238 casos em 2020 com os 210 registrados em 2019.

Os registros de roubo em geral aumentaram 23,2% na cidade de São Paulo – 10.980 boletins de ocorrência em janeiro de 2019 contra 13.535 casos em janeiro deste ano. Os casos de furto em geral subiram 7,66%, passando de 17.270 para 18.593.

A capital paulista vai contra os índices do Estado, que registraram melhoras nos registros de homicídio e estupro, e leve aumento nos casos de latrocínio.

Em janeiro de 2019, o estado somou 270 casos de homicídio doloso, quando há intenção de matar. No mês passado, os casos caíram para 263, uma queda de 2,5%.

Os casos de estupro passaram de 1.071 registros em janeiro do ano passado para 1.066 em janeiro de 2020, uma redução de 0,46%.

Já os casos de latrocínio no estado acompanharam a tendência de elevação da capital, e subiram de 17 para 18 casos entre janeiro de 2019 e janeiro de 2020.

A quantidade de boletins de ocorrência que registraram roubos aumentaram 14,2% no estado, e os casos de furtos em geral caíram 3%.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!