…

Atriz de Handmaid’s Tale adere ao #EleNão

Sociedade

A atriz Madeline Brewer, a Janine da série distópica The Handmaid’s Tale aderiu neste final de semana à campanha criada por mulheres brasileiras em repúdio ao autoritarismo e ao preconceito defendidos pelo candidato à Presidência Jair Bolsonaro. Ela usou o #EleNão ao compartilhar em seu Twitter um texto opinativo do New York Times que fala sobre a ameaça da volta “dos dias sombrios” ao País. Brewer esteve recentemente no Brasil para divulgar a estreia brasileira da segunda temporada da série.

A série – baseada no romance distópico “O Conto da Aia”, escrito por Margaret Atwood na década de 1980 – situa-se em um futuro próximo, no qual um grupo religioso ultraconservador instaura um estado totalitário que subjuga e tira das mulheres seus direitos mais básicos, transferindo as mulheres férteis para famílias abastadas com o objetivo de produzir herdeiros a partir de estupros disfarçados de cerimônias religiosas.

Com o título “Por que as mulheres brasileiras estão dizendo #EleNão”, a britânica BBC trata em seu portal do uso da hashtag, que desde a sexta-feira 21 também passou a ter uma versão em inglês – #NotHim.

Leia também: #EleNão: as mulheres na linha de frente da resistência a Bolsonaro

Na reportagem, a BBC afirma que milhões de mulheres no Brasil declararam uma “guerra online” contra Bolsonaro, conhecido por fazer comentários ofensivos sobre mulheres, negros e minorias, com um grupo no Facebook com mais de 2,5 milhões de mulheres e a adesão em peso de anônimas e famosas à hashtag.

A tag foi mencionada quase 200 mil apenas no Instagram na manhã da quinta-feira 20, quando começou a ganhar força. No Twitter, #EleNao teve mais de 193 mil menções entre sexta-feira, 14 de setembro e domingo, segundo acompanhamento de pesquisadores da FGV. Além disso, havia 152 mil tweets com a hashtag #EleNunca (#NeverHim).

A lista de mulheres postadas contra o candidato de extrema-direita inclui atrizes proeminentes, jornalistas e apresentadores de TV.

Na música

Dan Reynolds, vocalista da banda de pop rock norte-americana Imagine Dragons, apareceu nos bastidores do festival iHeartRadio, em Las Vegas (EUA) nos Estados Unidos, com uma camiseta que estampava a hashtag #EleNão.

O artista já havia tuitado contra o candidato do PSL, também ao compartilhar o texto do NY Times. “Isso não representa o Brasil que eu conheço e amo”, escreveu o artista, que esteve por aqui em março e fez um dos shows mais concorridos do Lollapalooza Brasil.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem