Saúde

Sociedade Brasileira de Infectologistas rebate mudança de protocolo do coronavírus

Para infectologistas, discurso de Bolsonaro dá falsa impressão de que medidas de contenção são ineficazes e que Covid-19 é como um resfriado

Foto: Miguel Medina/AFP
Foto: Miguel Medina/AFP
Apoie Siga-nos no

A Sociedade Brasileira de Infectologistas (SBI) reagiu com preocupação ao pronunciamento oficial feito pelo presidente Jair Bolsonaro na noite da terça-feira 24, que deu a entender uma possível mudança de protocolo nas medidas sanitárias para conter o coronavírus no País. No discurso, Bolsonaro questionou a quarentena, indicando-a somente aos idosos, o fechamento de escolas e incentivou que a população retome a vida normal.

Em nota, a SBI afirma que “tais mensagens podem dar a falsa impressão à população que as medidas de contenção social são inadequadas e que a Covid-19 é semelhante ao resfriado comum, esta sim uma doença de baixa letalidade”.

A sociedade ainda afirma que é “temerário” associar as mortes ocorridas na Itália apenas ao clima frio europeu e reforça: “A pandemia é grave, pois até hoje já foram registrados mais de 420 mil casos confirmados no mundo e quase 19 mil óbitos, sendo 46 no Brasil”. [Levantamento das secretarias de saúde, ainda não oficiais, já somam 48 mortes, uma a mais no Amazonas e uma no Rio Grande do Sul].

A SBI ainda reitera que o Brasil tem uma curva crescente de casos, com transmissão comunitária do vírus e o número de infectados dobrando a cada três dias.

A sociedade reconhece o bom trabalho feito pelo Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e afirma que as ações do ministério e Anvisa, em conjunto com as sociedades médicas científicas têm sido de grande importância na mais grave epidemia que o País enfrenta em sua história recente. Ainda de acordo com a SBI, as medidas de maior ou menor restrição social vão depender da evolução da epidemia no Brasil.

“A epidemia é dinâmica, assim como devem ser as medidas para minimizar sua disseminação. Ficar em casa é a resposta mais adequada para a maioria das cidades brasileiras neste momento, principalmente as mais populosas”, finaliza o comunicado.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.