Por validade apertada, Brasil terá 10 dias para aplicar todas as doses da Janssen

Ministério tenta prorrogar com Anvisa prazo de vencimento de 3 milhões de doses

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Saúde

O Ministério da Saúde anunciou que a agência reguladora dos Estados Unidos, a FDA (sigla em inglês), aprovou no sábado 12 o envio de 3 milhões de doses da vacina da Janssen, produzida pela Johnson & Johnson. Com chegada prevista no Brasil na terça-feira 15 e envio aos estados na quinta-feira 17, haverá 10 dias para aplicar todas as doses antes do vencimento do lote.

Queiroga já havia confirmado, em segundo depoimento na CPI da Covid, que as doses adquiridas com os EUA tinham validade até o dia 27 de junho. O Ministério da Saúde posteriormente afirmou que enviará as doses apenas às capitais, e que há a articulação de uma campanha especial com o imunizante, que é de apenas uma dose.

Na CPI, ele admitiu que as doses poderiam ‘não ser úteis’ ao Brasil. Em coletiva no sábado 12, o ministro informou que houve um desconto de 25% no valor dos imunizantes e que o pagamento acontecerá apenas pelas doses, de fato, aplicadas.

O ministro afirmou que o prazo de validade poderá ser estendido até o dia 8 de agosto caso tenha a aprovação da Anvisa. O FDA já aprovou, na quinta-feira 10, a extensão da data final para a aplicação das doses.

“Assim temos mais agilidade em entregar essas doses à população brasileira”, explicou Queiroga. De acordo com ministro, o imunizante assegura 85% de segurança em casos severos de Covid-19.

*Com informações da Agência Brasil

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem