Pfizer pede autorização de uso emergencial da vacina anticovid em crianças de 5 a 11 anos

A vacina da Pfizer-BioNTech tem autorização definitiva de uso da FDA para pessoas com mais de 16 anos

Vacina da Pfizer é aplicada em hospital na Alemanha. Foto: Ina Fassbender/AFP

Vacina da Pfizer é aplicada em hospital na Alemanha. Foto: Ina Fassbender/AFP

Saúde

O laboratório Pfizer anunciou nesta quinta-feira (7) que apresentou o pedido formal ao governo dos Estados Unidos para o uso emergencial da vacina contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

Muitas crianças foram infectadas pela variante delta do coronavírus e imunizar a população mais jovem é considerado um fator chave para manter as escolas abertas e acabar com a pandemia.

No fim de setembro, Pfizer e BioNTech, que desenvolveram a vacina em parceria, começaram a enviar dados para agência FDA, que supervisiona os medicamentos nos Estados Unidos, para a aguardada autorização.

A Pfizer afirmou no Twitter nesta quinta-feira que as duas empresas “submeteram oficialmente o pedido” à FDA “para Autorização de Uso de Emergência” da vacina contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

Após o anúncio, o coordenador da Casa Branca para a covid, Jeff Zients, declarou ao canal CNN: “Todos nós concordamos que ter uma vacina segura e efetiva para jovens até 11 anos é o próximo passo realmente importante na luta contra o vírus”.

Nos testes, crianças de entre 5 e 11 anos receberam duas doses de 10 microgramas com 21 dias de intervalo entre ambas. As doses para pessoas a partir de 12 anos são de 30 microgramas.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem