Saúde

OMS interrompe estudo com hidroxicloroquina em pacientes internados

Entidade entende que medicamento produz “pouca ou nenhuma redução na mortalidade” de pacientes com COVID-19 hospitalizados

Hidroxicloroquina. Foto: AFP. hidroxicloroquina. Foto: AFP.
Hidroxicloroquina. Foto: AFP. hidroxicloroquina. Foto: AFP.
Apoie Siga-nos no

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou neste sábado 4 que interromperá com efeito imediato o estudo com hidroxicloroquina e lopinavir/ritonavir. A decisão foi recomendada pelo comitê do Estudo Solidariedade, responsável por encontrar um tratamento eficiente contra a Covid-19.

O comitê analisou evidências de todos os ensaios apresentados na Cúpula da OMS entre 1 e 2 de julho e de um estudo provisório do grupo. Concluiu-se que o uso da hidroxicloroquina e o lopinavir / ritonavir “produzem pouca ou nenhuma redução na mortalidade de pacientes com COVID-19 hospitalizados quando comparados ao padrão de atendimento”.

A decisão envolve apenas o Estudo Solidariedade em pacientes hospitalizados e “não afeta a possível avaliação em outros estudos de hidroxicloroquina ou lopinavir / ritonavir em pacientes não hospitalizados ou como profilaxia pré ou pós-exposição para COVID-19”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.