OMS autoriza uso emergencial da vacina chinesa Sinopharm

Anúncio foi feito pelo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus

Vacina Sinopharm (Foto: Robert ATANASOVSKI / AFP)

Vacina Sinopharm (Foto: Robert ATANASOVSKI / AFP)

Saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, nesta sexta-feira 7, a homologação de urgência para a vacina anticovid chinesa Sinopharm, anunciou o diretor-geral desta agência, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

O comitê de especialistas da OMS recomendou a vacina – o primeiro imunizante chinês aprovado pela organização internacional – para as pessoas com mais de 18 anos.

*Matéria em atualização

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem