Saúde

Instituto identifica variante indiana em passageiro que passou por Guarulhos

O homem de 32 anos, morador do Rio de Janeiro, desembarcou no aeroporto internacional de Guarulhos no dia 22 de maio

Créditos: EBC Créditos: EBC
Créditos: EBC Créditos: EBC
Apoie Siga-nos no

O Instituto Adolfo Lutz , da secretaria de estado da Saúde de São Paulo, identificou a variante indiana do coronavírus em um viajante que desembarcou no estado. A variante B.1.617.2 da Índia foi identificada em um homem de 32 anos, orador do Rio de Janeiro, que desembarcou no aeroporto internacional do Rio de Janeiro.

 

Em nota, o instituto esclareceu que o passageiro foi identificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pelo monitoramento no aeroporto. No entanto, o aviso sobre o caso positivo pelo órgão federal à pasta estadual foi feito quando o passageiro já havia embarcado em voo doméstico para o Rio de Janeiro. Ainda de acordo com comunicado, o sequenciamento do vírus foi finalizado nesta quarta-feira 26.

A Secretaria de Saúde informou que, após a identificação, solicitou a lista completa dos passageiros do voo, além dos nomes de todos os funcionários do aeroporto, laboratório e dos contatos do passageiro para isolamento e monitoramento. Ainda de acordo com a pasta, as equipes de vigilância do Rio de Janeiro também foram notificadas para o acompanhamento do caso.

Quatro variantes do coronavírus são consideradas “variantes de atenção” pelas autoridades sanitárias devido à possibilidade de aumento de transmissibilidade ou gravidade da infecção. São elas: P.1, B.1.1.7, B.1.351 e B.1.617.2, a última, a indiana identificada no passageiro.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.