Saúde

EUA aprova vacinas contra a Covid para crianças pequenas

O país se torna o primeiro a aprovar o uso de vacinas de RNA mensageiro para crianças a partir dos seis meses de idade

Créditos: EBC
Créditos: EBC
Apoie Siga-nos no

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos autorizaram neste sábado as vacinas anticovid Pfizer e Moderna para crianças entre seis meses e cinco anos, algo que o presidente Joe Biden chamou de “passo monumental” na luta contra o vírus.

Os Estados Unidos tornam-se assim o primeiro país a aprovar o uso de vacinas de RNA mensageiro para crianças a partir dos seis meses de idade.

A Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos já havia autorizado seu uso emergencial para essa faixa etária na sexta-feira.

No entanto, também era necessária a autorização do CDC, principal órgão de saúde do país. Antes, apenas os maiores de cinco anos podiam ser vacinados.

“Sabemos que milhões de pais e tutores estão ansiosos para vacinar seus filhos pequenos e, com a decisão de hoje, agora é possível”, disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky, em comunicado.

Após a luz verde da FDA, o governo dos EUA começou a distribuir milhões de doses da vacina em todo o país.

Biden prometeu aos pais que as consultas de vacinação poderiam ser agendadas já na próxima semana em hospitais, clínicas, farmácias e consultórios médicos.

AFP

AFP
Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.