Saúde

Com Ômicron, é possível pegar Covid de duas a três vezes no ano, aponta estudo

Pesquisadores afirmam que a variante tem capacidade de evitar a imunidade adquirida naturalmente com infecção anterior

Movimentação de pessoas no centro da cidade do Rio de Janeiro.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Movimentação de pessoas no centro da cidade do Rio de Janeiro. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

Um estudo conduzido na África do Sul por pesquisadores da Universidade Stellenbosch identificou que a variante Ômicron é causadora de um maior número de reinfecções por Covid-19, em comparação às variantes Beta e Delta.

Ao avaliar quase 3 milhões de testes positivos de laboratório registrados até janeiro deste ano, os estudiosos localizaram indivíduos que tiveram até três casos de reinfecção.

Os pesquisadores afirmam que a variante Ômicron tem capacidade de evitar a imunidade adquirida naturalmente com uma infecção anterior. Por isso, as reinfecções tendem a acontecer em um prazo menor, de 90 dias.

Com isso, ter Covid uma, duas ou até três vezes ao ano pode ser uma realidade concreta para pessoas que seguirem expostas sem barreiras à variante Ômicron e suas subvariantes.

Uma das formas de impedir a reinfecção seria continuar com o uso da proteção nasal, as máscaras, já que as vacinas evitam a manifestação de casos graves da doença e das hospitalizações, mas não a infecção pelo vírus.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.