Cartilha da Fiocruz orienta medidas de segurança em festas de fim de ano

Ideal é que celebrações sejam feitas apenas com os residentes da mesma casa. Mesmo assim, documento aponta mínimo para evitar contágio

Foto: Ulises Ruiz/AFP

Foto: Ulises Ruiz/AFP

Saúde

A preocupação das aglomerações geradas pelas comemorações de Natal e Ano Novo em um ano de pandemia se soma com o aumento vertiginoso dos casos de Covid-19 no País. Pensando nisso, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) elaborou uma cartilha com dicas de segurança para as celebrações.

“A forma mais segura de passar o Natal e o Réveillon é ficar em casa e celebrar apenas com as pessoas que moram com você”, diz a indicação inicial do documento.

O texto ressalta que, caso se receba mais pessoas, é necessário tomar uma série de cuidados básicos para diminuir as chances de contaminação por coronavírus.

Entre elas, está o uso de máscara ao longo de toda a noite, com saquinhos designados para guardá-la assim que a pessoa for comer ou beber. Também é importante levar mais de uma máscara, já que qualquer sinal de umidade no tecido já diminui a eficácia de proteção.

 

 

Outra dica na hora de servir-se é não compartilhar as mesmas colheres ou pegadores com outras pessoas. Se possível, ou deve-se levar prato e bebida individual, ou designar uma pessoa para servir o que for de compartilhamento na ceia.

Ambientes abertos e bem ventilados (sem uso de ar-condicionado), cadeiras espaçadas, uso frequente de álcool em gel ou de água e sabão e, também, toalhas de papel ao invés de toalhas de pano nos banheiros são outras indicações importantes. Evitar beijos, abraços e apertos de mão, mesmo no contexto da festa, é necessário para proteger a todos.

A Fiocruz ressalta que “nenhuma medida é capaz de impedir totalmente a transmissão da Covid-19”, e que pessoas com qualquer suspeita, contato recente (14 dias) com paciente com Covid-19 ou sintomas detectados não devem sair de casa para comemorações.

Leia o documento na íntegra.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

É repórter do site de CartaCapital.

Compartilhar postagem