Saúde

Brasileiro que passou pela África do Sul testa positivo para a Covid-19

Ainda não se sabe se é um caso da variante Ômicron, diz Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Foto: EBC
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Foto: EBC

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária informou que um viajante brasileiro com passagem pela África do Sul testou positivo para a Covid-19, após desembarcar em Guarulhos, no sábado 26, em um voo da Ethiopian Airlines.

Em nota, divulgada neste domingo 28, a Anvisa disse que o passageiro havia chegado ao Brasil assintomático e com um teste em mãos, com o resultado negativo. O viajante, porém, foi submetido a um novo teste pelo laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos. O resultado positivo foi comunicado à Anvisa às 21h12 do sábado 27.

Não se sabe, porém, se o brasileiro foi contaminado com a variante Ômicron, detectado na África do Sul. O Brasil ainda não registra casos da nova cepa.

O paciente foi colocado em isolamento e cumpre quarentena residencial. Os órgãos de saúde estadual e municipal, junto ao Ministério da Saúde, monitoram o caso, disse a Agência.

A Anvisa lembrou que uma portaria divulgada no sábado 27 proibiu voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela África do Sul, Botsuana, Essuatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

 

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!