Brasil tem mais de 59 mil mortes e 1,4 milhão de casos de coronavírus

Conass registrou 1.280 óbitos nas últimas 24 horas em todo o país

Homenagem a vítimas da covid-19 em Brasília. Foto: Sergio LIMA/AFP

Homenagem a vítimas da covid-19 em Brasília. Foto: Sergio LIMA/AFP

Saúde

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) contabiliza 59.594 mortes e 1.402.041 contaminados por coronavírus no Brasil, segundo atualização desta terça-feira 30. Nas últimas 24 horas, o órgão registrou 1.280 óbitos e 33.846 casos confirmados.

Os brasileiros ocupam a vice-liderança nos rankings mundiais de mortes e de casos de coronavírus, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. Os Estados Unidos aparecem em 1º lugar nas duas listas, com mais de 127 mil óbitos e 2,6 milhões de infectados.

 

Apesar do crescimento dos índices, o Brasil segue sem ministro definitivo para a Saúde. Desde que Nelson Teich deixou a pasta em 15 de maio, o general Eduardo Pazuello exerce a chefia de forma interina.

São Paulo é o estado mais afetado, com 14.763 mortes e 281.380 casos. Em seguida, o Rio de Janeiro registra 10.080 mortes e 112.611 casos. Depois, vem o Ceará, com 6.146 mortes e 108.699 casos confirmados.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem