Brasil confirma 1º caso de reinfecção por coronavírus

A ocorrência foi em uma paciente de 37 anos, moradora de Natal, no Rio Grande do Norte

Representação criativa de partículas do vírus SARS-COV-2; Foto: NIAID

Representação criativa de partículas do vírus SARS-COV-2; Foto: NIAID

Saúde

O governo do Rio Grande do Norte confirmou, na noite de quarta-feira 9, o primeiro caso de reinfecção por coronavírus do Brasil.  A ocorrência envolve uma mulher de 37 anos que mora em Natal, capital do estado.

 

 

De acordo com o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS-RN), a paciente, que é profissional da saúde, apresentou um quadro de síndrome gripal em 17 de junho. Seis dias depois, testou positivo para a Covid-19. Em 11 de outubro, teve sintomas de novo e, ao fazer o exame, descobriu a reinfecção por coronavírus.

As amostras foram feitas na Paraíba e encaminhadas para análise no laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, há outros cinco casos em investigação. Outros três foram investigados, mas não tinham viabilidade para análise.

A pasta informou que conta com um protocolo para investigação de possíveis casos de reinfecção desde o dia 20 de outubro.

Ministério da Saúde confirma

Na manhã desta quinta-feira 10, o Ministério da Saúde confirmou o caso.

“No último dia 9, a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde recebeu um relatório do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo da Fiocruz/RJ – Laboratório de Referência Nacional para a Covid-19 no Brasil, – contendo os resultados laboratoriais de duas amostras clínicas de um caso suspeito de reinfecção da doença pelo coronavírus.  Conforme critérios estabelecidos na Nota Técnica Nº 52/2020-CGPNI/DEIDT/SVS/MS, esses resultados laboratoriais permitem confirmar o primeiro caso de reinfecção no Brasil.”

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem