…

Vox Populi/TV Record: Dilma pode ganhar no 1º turno

Política

Nova pesquisa Vox Populi/ TV Record mostra que a presidenta Dilma Rousseff poderia vencer no primeiro turno. A candidata à reeleição pelo PT lidera a corrida presidencial com 40%. Dilma está 18 pontos à frente da ex-senadora Marina Silva (PSB), que apresenta 22%, e 23 pontos à frente de Aécio Neves, candidato à Presidência pelo PSDB, que aparece com 17% das intenções de voto.

Em comparação com a consulta anterior feita em 15 de setembro, a pesquisa divulgada nesta terça-feira 23 mostra que presidenta cresceu quatro pontos percentuais, enquanto Marina caiu cinco e Aécio Neves cresceu dois pontos.

O total de votos brancos e nulos soma 6%, enquanto os eleitores indecisos totalizam 12%.

Os candidatos Everaldo Pereira (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um. Já Eduardo Jorge (PV), Mauro Iasi (PCB), Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO) e Levy Fidelix (PRTB) não pontuaram.

Em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, a presidenta aparece com 46% e Marina com 39%. É a primeira pesquisa onde Dilma lidera a disputa em uma nova votação. No caso de uma disputa entre a presidenta e o tucano Aécio Neves, Dilma teria 49% e Aécio, 34%.

A consulta foi feita com base em entrevistas com 2.000 eleitores, entre os dias 20 e 21 de setembro, em 147 cidades do País. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00733/2014.

Ainda nesta terça-feira 23, pesquisa Ibope mostrou que a presidenta Dilma oscilou positivamente de 36% para 38%. Marina, por sua vez, oscilou negativamente de 30% para 29%. Em terceiro lugar, o tucano Aécio Neves manteve 19% e parou sua tendência de melhora que teve na pesquisa anterior, quando subiu quatro pontos.

Já a pesquisa CNT/ MDA, também divulgada nesta terça-feira 23, mostra Dilma com 42% das intenções de voto, contra 41% de Marina, vantagem que configura empate técnico.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem