Vídeo: confira o momento em que o plenário da Câmara foi invadido

Política

Um grupo de cerca de 50 manifestantes invadiu o plenário da Câmara dos Deputados, na tarde desta quarta-feira 16, gritando palavras de ordem a favor do projeto Escola Sem Partido e de uma intervenção militar. Integrantes do grupo também gritavam que é preciso “fechar o Brasil”, “viva Sérgio Moro”, em alusão ao juiz responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, e “a nossa bandeira jamais será vermelha”. 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou ao Departamento de Polícia Legislativa que prendesse todos os manifestantes que invadiram o plenário. Eles foram conduzidos pelas Polícias Federal e Legislativa, e a sessão foi retomada por volta das 19h.

A TV Câmara registrou o momento exato em que os manifestantes adentraram no plenário Ulysses Guimarães. Em meio à confusão, eles quebraram uma porta de vidro que dá acesso ao local pelo Salão Verde, interrompendo a sessão presidida pelo primeiro vice-presidente da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA). Com gritos de “só um general pode salvar o Brasil” e “general aqui”, o grupo também diz protestar contra projetos de lei capazes de “frear” a Operação Lava Jato.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem