CartaExpressa

Telegram suspende grupo bolsonarista e menciona posts de ‘conteúdo ilegal’

O ‘Super Grupo B-38 Oficial’ tinha mais de 60 mil usuários no aplicativo

Redes sociais. Foto: iStock
Redes sociais. Foto: iStock
Apoie Siga-nos no

O aplicativo Telegram suspendeu o funcionamento de um dos principais grupos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), o “Super Grupo B-38 Oficial”, que tinha mais de 60 mil usuários.

Um aviso público da empresa bloqueia o acesso ao grupo e cita a disseminação de conteúdo ilegal.

“Desculpe, este grupo está temporariamente inacessível para dar aos administradores tempo para remover as mensagens de usuários que postaram conteúdo ilegal. Vamos reabrir o grupo assim que a ordem for restaurada”, diz o comunicado.

A medida é adotada após o Telegram ter feito mudanças nos seus termos de uso. O aplicativo assinou um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, em março, no qual se comprometeu com um programa de combate às fake news.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.