Política

Suspeito por ataque com drone a ato de Lula em Minas Gerais é preso

O agropecuarista Rodrigo Luiz Pereira foi detido pela aquisição irregular de armas de fogo

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O agropecuarista Rodrigo Luiz Pereira, apontado como um dos autores do ataque a drone realizando durante um evento do pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva, em Uberlândia, foi preso neste sábado 2. 

A prisão foi pedida pelo Ministério Público Federal após identificar aquisição irregular de armas de fogo pelo agropecuarista. 

Perreira já possui condenação anterior por estelionato e roubo, crimes praticados em Minas Gerais e no Goiás. 

Na sexta-feira 1, foi realizada uma busca a apreensão em endereços ligados ao agropecuarista. 

No dia seguinte, o MPF disse que houve falsificação dos documentos de compra dos armamentos e que Rodrigo tentou destruir provas, se livrando de um telefone celular. Uma das armas registradas em seu nome não foi localizada. 

Com base no relatório da PF, a prisão foi decretada ainda na sexta-feira e cumprida no sábado. 

Rodrigo e outros homens são investigados por utilizarem um drone para lançar um líquido, possivelmente veneno de moscas, sobre militantes que aguardavam um ato com a presença de Lula e o pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), em 15 de junho. 

O evento marcava a primeira aparição conjunta dos pré-candidatos após a aliança entre PT e PSD no estado. 

Três homens foram detidos em flagrante pelo uso irregular do drone, mas foram liberados após assinarem um termo circunstanciado na delegacia.  

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.