Política

‘Só fala do Lula. É obsessão’, diz Gregório a Ciro; ‘você vai ver como eu vou ganhar’, afirma o pedetista

O humorista e o político concordaram em participar de uma espécie de debate nesta sexta. O clima, porém, se manteve hostil do início ao fim

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, recebeu nesta sexta-feira 20 em suas páginas nas redes sociais Gregório Duvivier, apresentador do Greg News, da HBO. Na edição da última sexta-feira 13, o humorista defendeu que eleitores do pedetista votem em Lula no primeiro turno em defesa da democracia, já que o petista lidera as pesquisas de intenção de voto e se mostra o favorito para derrotar Jair Bolsonaro. Ciro, por sua vez, aparece na terceira posição dos levantamentos, distante do segundo turno.

Nesta semana, Ciro promoveu um react em suas redes sociais, rebatendo a atração da HBO. Com a repercussão, ambos concordaram em participar de uma espécie de debate nesta sexta. O clima, porém, se manteve hostil do início ao fim.

Em diversos momentos, Ciro afirmou que Gregório “mentiu” e disse não ter visto “um programa desse contra Bolsonaro”. O humorista, então, respondeu ter feito “30 programas sobre Bolsonaro” e mandou o pedetista “checar antes de falar besteira”.

Ciro também disse que Gregório “precisa amadurecer”, “está tomado de mágoas” e “tem queixo de vidro: acham que podem bater em todo mundo, mas uma pancadinha de nada já os deixa magoadinhos”.

Gregório classificou a reação de Ciro ao programa da HBO como “muito agressiva, fora do tom e fora da casinha”. Também justificou a necessidade da edição passada e mencionou ter sido eleitor do pedetista nas últimas eleições.

“Humorista tem de se posicionar. Em me posicionei em 2018 declarando voto em você e agora estou me posicionando a favor do Lula. Você fala ‘Lula, Lula, Lula’ o tempo todo. É uma obsessão isso“, prosseguiu. “Eu não reconheço o Ciro em quem eu votei na sua campanha contra o Lula neste ano, que tem perdido muita gente, queimado muitas pontes. Você continua queimando tudo até a última ponte, fazendo ataques injustos.”

Ciro alegou que uma vitória de Lula no primeiro turno daria a Bolsonaro “todas as razões mentirosas, canalhas e fascistas para crescer sua tentativa de golpe, porque o Lula nunca ganhou uma eleição em primeiro turno”. Também declarou ter “um dever moral com a Nação brasileira” e emendou: “Você vai ver como eu vou ganhar as eleições”.

O ex-governador do Ceará citou a possibilidade de “buscar 45% de indecisos e os milhões que estão com Lula porque acham que ele é o único que vai vencer o Bolsonaro”. Propôs, então, oferecer “esperança e utopia” e se disse “constrangido” por Gregório supostamente “obrigar a juventude a ir para o bar defender picaretagem intelectual, apologia da ignorância e roubalheira pura e simples, que é o Lula”.

Em um dos momentos mais tensos do debate, Gregório afirmou que Ciro “parece um patrão falando”. Também ironizou em diversas oportunidades o fato de Ciro discutir com um humorista, não com um político.

“Que tom é esse, cara? Baixa a bola pra caralho (…) Você não deixa eu falar, terminar uma frase. Que coisa desagradável, que pessoa desagradável.”

Na reta final da live, ambos disseram concordar sobre um ponto: é necessário “recuperar a possibilidade de dialogar, porque o Brasil precisa disso”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.