Política

Senado aprova projeto que cria liderança da oposição

O líder será indicado pelo bloco parlamentar ou partido com maior número de representantes que faça oposição ao governo

FOTO: JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO
Apoie Siga-nos no

O Senado aprovou um projeto de resolução que altera o regimento interno da Casa e cria a liderança da oposição. A mudança foi uma promessa feita pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), durante sua campanha.

A proposta aprovada pelos senadores nesta quarta-feira 10 vai à promulgação. A liderança será constituída por partidos ou blocos parlamentares de oposição ao governo e que terá as mesmas prerrogativas da liderança do governo.

De acordo com o projeto, o líder será indicado pelo bloco parlamentar ou partido com maior número de representantes que faça oposição ao governo. Esse senador terá direito de usar a palavra durante a sessão, orientar votação de propostas e participar das reuniões dos colegiados de líderes.

Autores do projeto, os senadores Weverton Rocha (PDT-MA) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmam que a criação da liderança promove “condições equânimes para governo e oposição”.

A proposta também contou com apoio do líder do governo no Senado Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). “Acho que está de bom tamanho para que a gente possa ter a paridade das armas. Bem-vinda a liderança da oposição para que a gente possa construir sempre um debate produtivo com os entendimentos necessários e as divergências, que são normais dentro do processo democrático.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo