PSOL questiona Planalto sobre presença de Carlos Bolsonaro em reuniões presidenciais

Vereador participou de três teleconferências feitas entre Bolsonaro e os governadores sobre estratégias diante a proliferação da Covid-19

Créditos:  Isac Nóbrega/PR

Créditos: Isac Nóbrega/PR

Política

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) protocolou nesta sexta-feira 27 um requerimento à Presidência da República solicitando informações da presença do vereador Carlos Bolsonaro nas reuniões presidenciais sobre o coronavírus, no Palácio do Planalto. De acordo com o parlamentar, ele esteve presente em três teleconferências feitas entre Bolsonaro e os governadores sobre estratégias diante a proliferação da Covid-19. Também há registro de sua participação em uma reunião presencial entre o pai e ministros do governo.

“Ele não é funcionário contratado, não é ministro, não é nada. Qual a função desse cidadão no Planalto, no governo? Isso precisa ser esclarecido à sociedade”, questiona Valente.

Além de justificativa para a presença de Carlos Bolsonaro, o parlamentar solicitou registros das reuniões realizadas por Bolsonaro, de janeiro de 2019 até hoje, que tenham como tema o Coronavírus (Covid-19), com membros do Governo ou com representantes de outros entes ou poderes.

Recentemente, o nome do vereador foi apontado como um dos responsáveis pelo discurso de Jair Bolsonaro, em que pede o fim do confinamento em massa, diante à epidemia do coronavírus. “Já se tem quase certeza que a formulação daquele pronunciamento desastroso teve o envolvimento do Carlos Bolsonaro e de demais integrantes do gabinete do ódio”, atesta Valente. “Mostra que a ‘familícia’ manda mais do que qualquer um lá dentro. Isso precisa ser desmantelado”, critica.

O parlamentar encaminhou o pedido via requerimento de informações. O Planalto tem prazo para responder, para não incorrer em crime de responsabilidade.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site CartaEducação

Compartilhar postagem