Política

Prefeito de Araraquara sancionará lei para criar a Avenida 8 de Janeiro

Segundo a proposta de Edinho Silva, o batismo de via pública lembrará ‘Dia da Vitória da Democracia’

O prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT). Foto: EBC
Apoie Siga-nos no

O prefeito de Araraquara (SP), Edinho Silva (PT), sancionará nesta quinta-feira 28 uma lei a batizar uma avenida do município com o nome “8 de Janeiro – Dia da Vitória da Democracia”.

A medida foi aprovada pela Câmara Municipal neste mês.

No texto, o prefeito, autor da proposta, relembra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estava na cidade quando extremistas invadiram os edifícios dos Três Poderes em Brasília.

Diante dos acontecimentos, conforme registrou Edinho, Lula instituiu um gabinete de crise no Paço Municipal de Araraquara e editou um decreto que permitiu a intervenção federal na segurança do Distrito Federal.

“É cada vez mais crucial lembrar da importância da democracia e das instituições públicas estabelecidas, considerando como os indivíduos participam e expressam seus interesses na esfera pública e na vida política. Devemos ter em mente que a resistência não é algo externo à democracia, mas sim parte de sua própria base”, diz a prefeitura, no projeto de lei.

“No contexto atual, torna-se ainda mais imperativo não só assegurar o regime democrático, mas também o exercício dos Poderes Constitucionais regular e legitimamente instituídos, por meio de ações robustas, como as adotadas em 8 de janeiro de 2023, para defender a democracia, promover a transparência na administração pública e preservar os direitos e garantias fundamentais – medidas estas que a presente propositura simbolicamente intenciona perenizar em nosso Município.”

Na data da sanção, às 18h, Silva fará uma solenidade na Biblioteca Municipal Mário de Andrade, no centro da cidade. Prefeito desde 2017, o petista foi ministro-chefe da Secretaria de Comunicação do governo Dilma Rousseff (PT), entre 2015 e 2016.

ENTENDA MAIS SOBRE: ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo