Política

Paraná Pesquisas: Haddad chega a 30,9% das intenções de voto e lidera disputa em SP

No Senado, pesquisa mostra Márcio França (PSB) como o favorito

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) oscilou positivamente nesta quinta-feira 29 na mais nova rodada do monitoramento da disputa pelo governo de São Paulo realizado pelo instituto Paraná Pesquisas. Ao todo, o petista soma 30,9% das intenções de voto, superando os 29,8% que tinha na semana passada. O resultado registrado pela pesquisa mantém o petista na liderança.

Em segundo lugar, quem aparece é o ex-ministro bolsonarista Tarcísio de Freitas (Republicanos), que chegou a 26,9%. Ele tinha 26,4% na semana anterior. Já o atual governador Rodrigo Garcia (PSDB) soma 22,5%. Na rodada anterior, seus apoiadores eram 21,8% do eleitorado paulista.

Ainda de acordo com o instituto, Haddad também aparece na dianteira numérica quando não são mencionadas opções de candidaturas aos entrevistados. Na pesquisa espontânea, o petista tem 17,5% das intenções de voto, ante 16,7% de Tarcísio e 11,1% de Garcia.

Márcio França lidera a disputa pelo Senado

Na busca pela vaga de senador, Márcio França (PSB) é apontado como favorito por 31,2% dos entrevistados. Outros 29,3% marcam preferência por Marcos Pontes (PL), ex-ministro de Bolsonaro. Janaina Paschoal (PRTB) soma apenas 5,7% e está próxima de Edson Aparecido (MDB), que tem 4%, e de Aldo Rebelo (PDT), que tem 2%.

A Pesquisa

Foram ouvidos, presencialmente, 1.810 eleitores de SP entre os dias 24 e 28 de setembro. A pesquisa tem margem de erro de 2,4 pontos percentuais, com nível de confiança de 95% e está registrada como SP-01189/2022 na Justiça Eleitoral. Veja a íntegra:

Mídia_SP_Estadual (1)

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo