Paes ganharia eleição no primeiro turno, diz Ibope

Política

Uma nova rodada da pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira 25 mostrou que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), venceria as eleições no primeiro turno caso o pleito fosse realizado hoje. Paes tem 52% dos votos, contra 17% de Marcelo Freixo (PSOL). O levantamento foi divulgado pelo RJTV, da TV Globo.

Na comparação com a última pesquisa, divulgada em 5 de setembro, Paes manteve os 52% dos votos, enquanto Freixo subiu de 14% para 17%. Rodrigo Maia (DEM) tinha 3% e agora tem 4% das intenções de voto. Otavio Leite (PSDB) tinha 2% e agora tem 3%.

Eduardo Paes (PMDB) – 52%


Marcelo Freixo (PSOL) – 17%


Rodrigo Maia (DEM) – 4%


Otávio Leite (PSDB) – 3%


Aspásia (PV) – 1%


Fernando Siqueira (PPL) – 1%


Cyro Garcia (PSTU) – 0%


Antonio Carlos (PCO) – 0%


Branco/nulo – 10%


Não sabem ou não responderam – 12%

Rodrigo Maia continua sendo o líder da rejeição. No início do mês, 36% dos eleitores do Rio de Janeiro diziam que não votariam nele de jeito nenhum. Agora são 38%. Paes tem rejeição de 17% e Aspásia (PV) tem 14%. A rejeição de Freixo é de 8%.

A nova pesquisa do Ibope confirma a tendência de vitória de Paes no primeiro turno que já vinha sendo mostrada inclusive por outros institutos de pesquisa. Em 12 de setembro, o Datafolha mostrou Eduardo Paes com 54% das intenções de voto, contra 18% de Marcelo Freixo (PSOL), 4% de Rodrigo Maia (DEM) e 3% de Otavio Leite (PSDB).

A pesquisa, feita com 1001 entrevistados entre 22 e 24 de setembro está registrada com o número 000124/2012 no TRE-RJ. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem

Paes ganharia eleição no primeiro turno, diz Ibope

Política

Uma nova rodada da pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira 25 mostrou que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), venceria as eleições no primeiro turno caso o pleito fosse realizado hoje. Paes tem 52% dos votos, contra 17% de Marcelo Freixo (PSOL). O levantamento foi divulgado pelo RJTV, da TV Globo.

Na comparação com a última pesquisa, divulgada em 5 de setembro, Paes manteve os 52% dos votos, enquanto Freixo subiu de 14% para 17%. Rodrigo Maia (DEM) tinha 3% e agora tem 4% das intenções de voto. Otavio Leite (PSDB) tinha 2% e agora tem 3%.

Eduardo Paes (PMDB) – 52%


Marcelo Freixo (PSOL) – 17%


Rodrigo Maia (DEM) – 4%


Otávio Leite (PSDB) – 3%


Aspásia (PV) – 1%


Fernando Siqueira (PPL) – 1%


Cyro Garcia (PSTU) – 0%


Antonio Carlos (PCO) – 0%


Branco/nulo – 10%


Não sabem ou não responderam – 12%

Rodrigo Maia continua sendo o líder da rejeição. No início do mês, 36% dos eleitores do Rio de Janeiro diziam que não votariam nele de jeito nenhum. Agora são 38%. Paes tem rejeição de 17% e Aspásia (PV) tem 14%. A rejeição de Freixo é de 8%.

A nova pesquisa do Ibope confirma a tendência de vitória de Paes no primeiro turno que já vinha sendo mostrada inclusive por outros institutos de pesquisa. Em 12 de setembro, o Datafolha mostrou Eduardo Paes com 54% das intenções de voto, contra 18% de Marcelo Freixo (PSOL), 4% de Rodrigo Maia (DEM) e 3% de Otavio Leite (PSDB).

A pesquisa, feita com 1001 entrevistados entre 22 e 24 de setembro está registrada com o número 000124/2012 no TRE-RJ. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem