Política

Pacheco diz que deve tomar decisão sobre CPI do MEC até início da próxima semana

O presidente do Senado disse que os líderes devem avaliar a viabilidade política da CPI às vésperas da eleição de outubro

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Foto: Marcos Brandão/Agência Senado
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Foto: Marcos Brandão/Agência Senado
Apoie Siga-nos no

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta quarta-feira, 29, que deve tomar uma decisão sobre a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suspeitas de irregularidades no Ministério da Educação no começo da próxima semana, quando deve ser convocada uma reunião do colégio de líderes partidários.

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), protocolou na terça o requerimento para criar a CPI com 31 assinaturas, quatro a mais do que o mínimo necessário de 27, mas cabe a Pacheco decidir se a investigação será aberta.

Em entrevista coletiva, o presidente do Senado disse que os líderes devem avaliar a viabilidade política da CPI às vésperas da eleição de outubro.

“É inegável dizer que agosto e setembro serão meses muito dedicados à questão eleitoral. Então, nós temos que avaliar o envolvimento dos partidos políticos, dos senadores num propósito desses de investigação em diversas CPIs” declarou.

Pacheco também disse que há possibilidade de unir a CPI do MEC com uma investigação proposta pelo líder do governo na Casa, Carlos Portinho (PL-RJ), que trata de obras inacabadas.

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.