CartaExpressa

Moro é chamado de ‘fascista’ e ‘traidor’ em lançamento de livro no Rio

A turnê literária do ex-juiz tem sido alvo de protestos também em outras cidades

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

O pré-candidato à Presidência da República Sergio Moro foi chamado de “fascista” e ”traidor” durante uma entrevista de lançamento do seu livro Contra o sistema de corrupção, no Rio de Janeiro.

Grupos de protesto e de apoio ao ex-juiz se manifestaram na porta do Teatro dos Quatro, na Gávea, onde é gravado o programa do jornalista Carlos Nascimento. 

Inconformada com a utilização do teatro para evento de cunho político-partidário, a atriz Ana Beatriz Nogueira publicou em suas redes sociais um texto em que informava que cancelaria o lançamento da peça Um dia a menos, previsto para ocorrer no local em janeiro.

A administração do teatro se manifestou em nota lamentando os protestos e informando que o evento de Moro foi “uma relação comercial e pontual, como tantas outras”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.