Lira anuncia volta das atividades presenciais na Câmara a partir de 25 de outubro

De acordo com o anúncio, serão tomadas medidas administrativas e sanitárias, dentre elas, a apresentação da carteira de vacinação

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Política

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), anunciou, nesta terça-feira 19, que a Mesa Diretora da Casa decidiu pela retomada dos trabalhos presenciais a partir da próxima segunda-feira 25. Os trabalhos presenciais estavam suspensos desde o ano passado por conta da pandemia da Covid e a retomada era prevista para acontecer nesta segunda-feira 18, mas foi adiada.

De acordo com o anúncio feito pelo Twitter, serão tomadas medidas administrativas e sanitárias no retorno das atividades, dentre elas, a apresentação da carteira de vacinação contra a Covid-19.

Em setembro, durante live promovida pela Necton Investimentos, Lira sugeriu que as Casas Legislativas realizem um “mutirão” de votações importantes assim que voltarem a trabalhar presencialmente. “Tem muitas matérias importantes que nós votamos, como disse na reunião de líderes, e precisamos nos entender mais abertamente com relação a pautas prioritárias de cada Casa e do Brasil para que a gente possa fazer inclusive mutirão de votações importantes na volta dos trabalhos presenciais”, disse o parlamentar no evento.

Desde o início do mandato de Lira, os trabalhos têm sido feitos de forma híbrida.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem