Política

Lincoln Portela é eleito vice-presidente da Câmara após Lira destituir crítico de Bolsonaro

O nome preferido do Palácio do Planalto era o do Major Vitor Hugo (PL-GO), que foi líder do governo na Câmara

Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

O deputado federal Lincoln Portela (PL-MG) foi eleito nesta quarta-feira 25 vice-presidente da Câmara. Na última segunda 23, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), destituiu do cargo Marcelo Ramos (PSD-AM), crítico do governo de Jair Bolsonaro.

Portela recebeu 232 dos 406 votos registrados nesta quarta. Veja o desempenho dos demais candidatos:

  • Capitão Augusto (PL-SP): 24 votos
  • Fernando Rodolfo (PL-PE): 40 votos
  • Bosco Costa (PL-SE): 11 votos
  • Flávia Arruda (PL-DF): 83 votos

Houve 16 votos em branco para esse cargo.

O ato de Lira também retirou das secretarias as deputadas Marília Arraes (Solidariedade-PE) e Rose Modesto (União Brasil-MS). Agora, assume a Segunda Secretaria Odair Cunha (PT-MG). Na Terceira Secretaria, entra Geovania de Sá (PSDB-SC).

A vitória de Portela é vista como uma derrota do governo Bolsonaro. O nome preferido do Planalto era o do Major Vitor Hugo (PL-GO), que foi líder do governo na Câmara. O bolsonarista, porém, foi vencido em votação interna da bancada do PL por dois votos: 21 a 19.

A eleição para vice da Câmara ocorreu após o ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral, revogar uma decisão liminar que garantia a permanência de Ramos no posto. Todas as mudanças foram justificadas pela troca de partido. Ramos foi eleito pelo PL, Arraes pelo PT e Modesto pelo PSDB.

Veja como fica a Mesa Diretora da Câmara depois das mudanças:

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.