Política

Ipespe: Lula tem 44% no primeiro turno e venceria qualquer adversário no segundo

Resultados da pesquisa divulgada nesta sexta-feira reforçam a estabilidade nos cenários monitorados pelo instituto

Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert
Apoie Siga-nos no

O ex-presidente Lula (PT) segue consolidado na liderança da corrida eleitoral, segundo a nova pesquisa do instituto Ipespe, divulgada nesta sexta-feira 13. De acordo com o levantamento, o petista tem 44% de intenções de voto no primeiro turno, superando Jair Bolsonaro (PL) que tem 32%, uma diferença de 12 pontos percentuais.

A pesquisa traz ainda Ciro Gomes (PDT) em terceiro lugar com 8%. Em seguida, tecnicamente empatados, aparece João Doria (PSDB), com 3%, André Janones (Avante), com 2%, e Simone Tebet (MDB), com 1%. Nenhum outro candidato pontua.

Quando comparado com o último levantamento realizado pelo instituto, os resultados desta sexta-feira reforçam a estabilidade de desempenho dos pré-candidatos. Bolsonaro foi o único que oscilou positivamente, registrando um ponto percentual a mais do que tinha no início do mês. Felipe D’avila (Novo), por sua vez, perdeu seu único ponto. As variações estão dentro da margem de erro.

Nos cenários de segundo turno, Lula também aparece com larga vantagem, vencendo qualquer candidato em uma eventual disputa. Contra Bolsonaro, o ex-presidente teria 54%, enquanto o ex-capitão marcaria apenas 35%. Já em uma eventual disputa com Ciro, Lula venceria por 52% a 25%. Caso Dória consiga chegar no segundo turno, o petista abriria ainda mais vantagem, vencendo a disputa por 55% a 20%.

Bolsonaro, por sua vez, venceria Doria por uma margem apertada, de apenas 2 pontos percentuais (40% a 38%). Se a disputa fosse contra Ciro, no entanto, seria derrotado por 3 pontos de diferença (43% a 40%).

Novamente, todas as pequenas variações registradas nos cinco cenários pesquisados estão dentro da margem de erro do levantamento.

Pesquisa espontânea

Além dos cenários monitorados pelo levantamento, o instituto ainda mediu as intenções de voto de forma espontânea, quando não são apresentados os nomes dos pré-candidatos. Novamente Lula aparece na frente, com 39%, ante 29% de Bolsonaro. Ciro vem logo em seguida, com a indicação de 3% dos entrevistados. Janones, Tebet e Doria marcaram 1% cada.

A pesquisa teve como base mil entrevistas realizadas por telefone entre os dias 9 e 11 de maio. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95,5%.

Confira a íntegra do levantamento:

2022_05_02 PESQUISA IPESPE

Getulio Xavier

Getulio Xavier
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.