Política

assine e leia

Grandes empresas brasileiras não conseguem mais se esconder atrás do ‘greenwashing’

Europa, China e EUA levantam barreiras ambientais e discutem medidas que vão atingir em cheio os investimentos no País

Cerco. A UE proibiu a importação de produtos do agronegócio ligados à degradação do meio ambiente
Cerco. A UE proibiu a importação de produtos do agronegócio ligados à degradação do meio ambiente
Apoie Siga-nos no

[ERRAMOS: essa reportagem foi atualizada]

A fatura pela destruição das estruturas de fiscalização ambiental e o negacionismo do governo chegou. A União Europeia, a China e os EUA, principais parceiros comerciais do Brasil, decidiram fechar o cerco contra o desmatamento e discutem medidas que vão atingir em cheio os investimentos no País, o desempenho financeiro das empresas brasileiras, e podem até impactar no preço final de produtos. Os anúncios vêm na esteira da Conferência do Clima da ONU, na qual o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, escandalizou o mundo ao dizer que “onde há floresta há pobreza”. Enquanto discursava, o Inpe, instituto vinculado ao governo federal, tinha em mãos dados aterradores: de agosto de 2020 a julho de 2021, a Amazônia Legal perdeu 13.235 quilômetros quadrados de vegetação nativa, a maior devastação em 15 anos.

Ana Flávia Gussen

Ana Flávia Gussen Repórter da revista CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.