Política

Governo brasileiro parabeniza Luis Arce pela vitória na Bolívia

Todos os outros quatro países que fazem fronteira com o país já tinham parabenizado o candidato do Movimento Para o Socialismo (MAS)

Arce comemora vitória. (Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP) Arce comemora vitória. (Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP)
Apoie Siga-nos no

Em nota publicada pelo Itamaraty, o governo brasileiro parabenizou o novo presidente da Bolívia, Luis Arce, pela vitória nas urnas. O resultado oficial da eleição foi confirmado na manhã da sexta-feira, 23, e o pronunciamento do Brasil foi anunciado por volta das 23h. Todos os outros quatro países que fazem fronteira com a Bolívia já tinham parabenizado o candidato do Movimento Para o Socialismo (MAS) no início da semana, já que projeções feitas na segunda-feira o apontavam como vencedor.

 

Na nota, o Brasil parabenizou a Bolívia pela eleição “em clima de tranquilidade e harmonia”. Também ressaltou a participação da OEA, do Parlasul, da União Europeia, das Nações Unidas, da Uniore e do Instituto Carter Center no processo, afirmando que esses órgãos contribuíram para “afiançar a legitimidade e transparência do pleito e garantir que fosse respeitado o desejo soberano do povo boliviano na escolha de seus dirigentes”.

Por fim, o governo de Jair Bolsonaro disse estar disposto a trabalhar para implementar “iniciativas de interesse comum” com o país vizinho.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.