Política

Estudantes vão às ruas no 7 de setembro em luto contra Bolsonaro

Estudantes planejam manifestar vestindo roupas pretas e com os rostos pintados de verde e amarelo. Estão previstos mais de 20 atos pelo País

Faixa de estudantes do Instituto Federal de São Paulo nas manifestações pela educação(Foto: Giovanna Galvani/CartaCapital)
Faixa de estudantes do Instituto Federal de São Paulo nas manifestações pela educação(Foto: Giovanna Galvani/CartaCapital)

O feriado nacional do 7 de setembro será palco de novas manifestações contra o governo Bolsonaro. A União Nacional dos Estudantes (UNE), que já tem um calendário de atos marcados, aposta em manifestos mais integrados, contrários às pautas educacionais – como o corte de orçamento das universidades e institutos federais e o Future-se, programa que quer reestruturar a captação de orçamento dessas instituições -, mas capaz de reafirmar a importância da Amazônia e da soberania nacional, por exemplo.

A ideia é manifestar luto em relação às políticas governamentais, sem abandonar as cores da bandeira nacional, o que deve levar manifestantes às ruas com os rostos pintados de verde e amarelo e trajando roupas pretas.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou esta semana que, em 2020, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) só terá metade do Orçamento de 2019. Na proposta de orçamento para 2020, a perda prevista para todo o MEC é de 9%. Este é o terceiro anúncio de cortes da Capes só neste ano em que o órgão vai deixar de oferecer 11 mil bolsas de pesquisa.

Situação similar passa o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que suspendeu a concessão de novas bolsas e ainda pode não conseguir pagar as atuais a partir deste mês. Os dois órgãos são os principais fomentos à pesquisa no ensino superior. “Isso pode significar um colapso mesmo da pós-graduação porque 90% da produção científica do Brasil se dá nas universidades. Por isso estamos convocando também todos para irem de preto em luto pela educação e a ciência”, destacou a presidenta da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), Flávia Calé.

A crise na Amazônia também preocupa. De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)  a Amazônia teve mais chuvas, mais queimadas e mais alertas de desmatamento entre janeiro e agosto em 2019 do que o registrado no bioma nos mesmos períodos desde 2016. A péssima repercussão internacional gerou uma ameaça a nossa soberania sobre a região e o país também teve tratados e acordos econômicos rompidos e ameaçados.

Os atos programados para o próximo sábado fazem parte do quarto levante contra o governo de Jair Bolsonaro. Manifestações contra as políticas de Jair Bolsonaro e do ministro da educação Abraham Weintraub já aconteceram nos dias 15 e 30 de maio e 30 de agosto.

Estão confirmados atos em todas as regiões do país. Confira!

*Região Sul*
Porto Alegre 15h – Parque Farroupilha – http://bit.ly/porto_alegre7S
Curitiba 11h – Praça Santos Andrade – http://bit.ly/Curitiba7S
Florianópolis 8h30 Catedral – http://bit.ly/Florianopolis7S

*Região Sudeste*
São Paulo 09h Praça Oswaldo Cruz – http://bit.ly/Sao_Paulo7S
Belo Horizonte 09h Viado Santa Tereza- http://bit.ly/Belo_Horizonte7S
Rio de Janeiro 09h Uruguaiana- http://bit.ly/Rio_de_Janeiro7S
Vitória 08h Praça do Porto de Santana- http://bit.ly/Vitoria7S

*Região Centro-Oeste*
Cuiabá 15h Praça Cultural CPA II- http://bit.ly/Cuiabá7S
Brasília 8h Rodoviaria do Plano Piloto- http://bit.ly/Brasilia7S
Campo Grande 8h Na Rua Candido Mariano- http://bit.ly/Campo_Grande7S
Goiânia 8h30 Catedral de Goiânia- http://bit.ly/Goiania7S

*Região Norte*
Manaus 15h Praça da Saudade- http://bit.ly/Manaus7S
Belém 8h Mercado São Brás – http://bit.ly/Belem7S
Porto Velho 15h Av. Imigrantes- http://bit.ly/Porto_Velho7S
Boa Vista 16h Avenida S4 ao lado da Escola América Sarmento – http://bit.ly/Boa_Vista7S
Macapá 15h Rua Leopoldo Machado – http://bit.ly/Macapa7S

*Região Nordeste*
Salvador 8h Praça do Campo Grande – http://bit.ly/Salvador7S
São Luís 10h Areinha – http://bit.ly/Sao_Luis7S
Recife 8h Praça do Derby – http://bit.ly/Recife7S
Fortaleza 08h Av. Dioguinho – http://bit.ly/Fortaleza7S
Natal 8h Praça Herói dos Pescadores – http://bit.ly/Natal7S
Maceió 9h Praça Sinimbu – http://bit.ly/Maceio7S
Aracaju 9h Praça Fausto Cardoso – http://bit.ly/Aracaju7S
Teresina 8h Patio Assembleia Legislativa – http://bit.ly/Teresina7S
Palmas – http://bit.ly/Palmas7S

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!