Política

Crise política

Em busca de sobrevivência, Temer troca o ministro da Justiça

por Redação* — publicado 28/05/2017 15h22, última modificação 28/05/2017 16h16
Sai Osmar Serraglio, envolvido no escândalo apurado pela Operação Carne Franca, entra Torquato Jardim
Antônio Cruz/Agência Brasil
Osmar Serraglio

Serraglio, citado na Carne Fraca, assume a pasta da Transparência

Michel Temer ainda não jogou a toalha. Neste domingo 28, em mais uma tentativa de se manter na presidência da República e adiar o encontro com os tribunais, o peemedebista anunciou uma troca no comando do Ministério da Justiça. Saiu Osmar Serraglio, envolvido no escândalo apurado na Operação Carne Fraca, entra Torquato Jardim, atual titular da pasta da Transparência. A mudança foi divulgada por meio de nota pela assessoria do Palácio do Planalto.

Serraglio estava à frente do Ministério da Justiça desde março. Na nota, o governo não informa os motivos de sua saída. Ao deixar o ministério, o peemedebista iria retomar seu mandato de deputado federal pelo PMDB do Paraná, atualmente ocupado por seu suplente, Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Temer e enroladíssimo nas delações da JBS. Mais tarde, o Palácio do Planalto anunciou, no entanto, que o parlamentar vai para a Transparência. Ou seja, o governo apenas trocou Serraglio e Jardim de pastas.

TorquatoV.jpg
Torquato Jardim troca a Transparência pela Justiça (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

Leia a íntegra da nota do Palácio do Planalto:

O Presidente da República decidiu, na tarde de hoje, nomear para o Ministério da Justiça e Segurança Pública o Professor Torquato Jardim. Ao anunciar o nome do novo Ministro, o Presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil.

* Com Agência Brasil