Eleições 2020: Marina Helou, candidata da Rede à Prefeitura de SP

Uma das lideranças apoiadas pelo movimento RenovaBR, atuou na Bancada Ativista e no Movimento Acredito

Marina Helou. Foto: Divulgação

Marina Helou. Foto: Divulgação

Política

O partido Rede Sustentabilidade escolheu a deputada estadual Marina Helou como candidata à Prefeitura de São Paulo.

O partido, que tem como símbolo maior a ex-ministra Marina Silva, aposta na força da internet para alavancar a candidatura.

No primeiro debate entre os candidatos, na TV Bandeirantes, em quase todas as intervenções, Marina convidada os telespectadores a visitar as suas redes sociais.

Com pouco tempo de TV, a campanha optou por priorizar os meios digitais.

A candidatura de Marina Helou foi uma das últimas a ser definidas no pleito paulistano. De acordo com o partido, havia a esperança de formação de uma frente ampla com candidatos progressistas.

Sem tempo e pouco espaço

No dito campo progressista, além de Marina Helou, há Guilherme Boulos (PSOL), Jilmar Tatto (PT) e Orlando Silva (PCdoB). O caminho para o crescimento da candidata parece congestionado.

 

Partido: Rede

Vice: Marco Dipreto

Coligação: 

 

Nas pesquisas, ela empata com Silva, mas está atrás de Boulos e Tatto.

Com o pouco tempo de propaganda no rádio e na TV, nem mesmo o início do horário eleitoral foi capaz de mudar o cenário.

Com uma campanha mais curta, por conta da pandemia do novo coronavírus, as dificuldades para Marina Helou aumentam.

 

Biografia

Marina Helou tem 33 anos, é casada e tem dois filhos. Foi eleita deputa estadual em 2018, com quase 40 mil votos.

É formada em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV) e especializada em negócios e sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral/Cambridge University.

Trabalhou oito anos na Natura com foco no desenvolvimento humano, responsável pela área de diversidade da empresa. Além disso, fundou a Rede Empresarial de Inclusão Social.

Foi uma das lideranças apoiadas pelo movimento RenovaBR. Atuou na Bancada Ativista e no Movimento Acredito.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem