Dilma passará por cateterismo em São Paulo

A ex-presidente passou por um procedimento de desobstrução de artéria no mesmo hospital em dezembro de 2018

A Ex-presidenta Dilma Rousseff. Crédito: Marcello  Casal  Jr./Agência  Brasil

A Ex-presidenta Dilma Rousseff. Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Política

A ex-presidente Dilma Rousseff será internada nesta quarta-feira 1º, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde será submetida a um cateterismo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da petista.

 

 

 

Dilma passou por um procedimento de desobstrução de artéria no mesmo hospital em dezembro de 2018. A angioplastia ocorreu após um exame feito no dia anterior para verificar possíveis entupimentos nas artérias que irrigam o coração. Dilma foi acompanhada pela equipe médica coordenada pelo cardiologista Roberto Kalil Filho, que também é diretor do hospital.

Em 2009, antes de ser eleita presidente, Dilma passou por um tratamento de quimioterapia no mesmo hospital contra um câncer no sistema linfático. Na ocasião, havia sido detectado um tumor 2,5 centímetros na axila esquerda.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem