…

Deputado Celso Jacob é preso por ordem do STF

Política

O deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) foi preso nesta terça-feira (6) pela Polícia Federal, no aeroporto de Brasília. Em 23 de maio último, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal havia determinado a expedição de mandado de prisão contra o parlamentar. Na ocasião, Jacob negou as acusações e anunciou que, com advogados, estudaria um novo recurso ao Supremo.

Na Ação Penal 971, Jacob foi considerado culpado dos crimes de falsificação de documento público e dispensa indevida de licitação para construção de creche quando era prefeito de Três Rios (RJ), em 2002. A pena foi fixada em 7 anos e 2 meses de prisão no regime semi-aberto, mais multa.

Os recursos apresentados pelo deputado foram negados, sendo que o mais recente foi considerado “protelatório”. Em 23 de maio, o ministro Edson Fachin, relator do processo na Primeira Turma do STF, declarou também o trânsito em julgado da ação penal, independentemente da publicação do acórdão. O voto foi acompanhado por unanimidade.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem