Economia

Depois de Lula, Bolsonaro critica política de preços da Petrobras e acena para mudança

‘Tem uma legislação errada feita lá atrás que você tem a paridade com o preço internacional’, declarou

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: AFP
O presidente Jair Bolsonaro. Foto: AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro criticou, nesta segunda-feira 7, a política de preços da Petrobras e disse que terá uma reunião ainda hoje para discutir o tema.

“Agora, tem uma legislação errada feita lá atrás que você tem a paridade com o preço internacional, ou seja, o que é tirado do petróleo, leva-se em conta o preço fora do Brasil, isso não pode continuar acontecendo”, afirmou o presidente em entrevista à rádio Folha, de Roraima. “Estamos vendo isso aí sem mexer, sem nenhum sobressalto no mercado, e está sendo tratado hoje à tarde em mais uma reunião”.

A declaração veio em meio à invasão da Ucrânia pela Rússia. O Brasil, que já enfrentava uma alta no preço dos combustíveis, deve sofrer ainda mais os efeitos, já que os russos são um dos maiores produtores de petróleo do mundo.

“Nós somos autossuficientes em petróleo. Vamos buscar uma solução”, declarou o ex-capitão, que anteriormente culpava as taxas de ICMS cobradas pelos estados pelo valor alto.

Bolsonaro defendeu ainda que toda alta do preço do barril de petróleo não seja repassada ao consumidor.

“Se você for repassar isso tudo para o preço dos combustíveis, você tem que dar um aumento em torno de 50% nos combustíveis, não é admissível você fazer.  A população não aguenta uma alta por esse percentual aqui no Brasil”, disse.

A declaração do presidente acontece após posicionamento do ex-presidente Lula. O petista tem dito que, se eleito, revisará a paridade internacional.

“A gente está pagando gasolina e diesel a preço do dólar. Isso seria compreensível se o Brasil não fosse autossuficiente. Mas o Brasil tem petróleo, é autossuficiente”, afirmou Lula em entrevista à Rede de Rádios do Paraná.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.