Crescente entre mais ricos, reprovação de Temer vai a 46%, diz Ibope

Política

Após a mais recente pesquisa Datafolha indicar que 51% dos brasileiros reprovam o governo de Michel Temer, um aumento de 20 pontos na comparação com julho, um levantamento CNI/Ibope divulgado nesta sexta-feira 16 aponta que 46% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo. A porcentagem medida pela pesquisa em setembro era de 39%.

Apenas 13% dos entrevistados afirmaram que o governo é ótimo ou bom, mesma porcentagem medida em pesquisa CNI/Ibope de junho. Em setembro, 14% avaliavam positivamente o governo. A pesquisa foi realizada entre 1º e 4 de dezembro, antes, portanto, da divulgação pela mídia da delação premiada de Cláudio Melo Filho, que atinge Temer e a cúpula do PMDB. 

Um dado relevante refere-se à perda de popularidade de Temer entre os entrevistados com renda elevada. Entre aqueles com renda familiar superior a cinco salários mínimos, 20% consideravam o governo ótimo ou bom em setembro. Agora, são 13%. A porcentagem dos que consideram o governo ruim ou péssimo subiu de 33% para 49%.

A reprovação à maneira de Temer governar subiu de 55%, em setembro, para 64%. Em pesquisa de junho, 53% desaprovavam sua forma de administrar.

Entre os entrevistados, 72% afirmaram que não confiam em Temer, ante 68% em setembro e 66% em junho. Apenas 23% dizem confiar no peemedebista.

O número de indecisos sobre a gestão de Temer também diminuiu. Em setembro, 12% dos entrevistados não quiseram ou não souberam avaliar o governo, mas agora apenas 6% se incluem nesse grupo.

Na comparação com o governo de Dilma Rousseff, 34% consideram o governo de Temer pior que o da petista. Em junho, eram 25% e em setembro, 31%. Na região Nordeste, essa percepção já é majoritária: 51% dos entrevistados considera o peemedebista pior que Dilma.

No Nordeste, a rejeição a Temer é mais alta. Apenas 9% dos entrevistados na região consideram o governo ótimo ou bom. Por outro lado, a região Sul continua sendo a de maior satisfação com Temer: 20% avaliam positivamente o governo.

A pesquisa também avaliou a opinião dos brasileiros em relação a diversas áreas de atuação do governo. Em saúde e impostos, 80% desaprovam o governo de Temer. Na educação, a porcentagem é de 71%. A área mais bem avaliada do governo é a de meio ambiente, aprovada por 28% e desaprovada por 61%.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem