CPI da Covid: Renan diz que Bolsonaro ‘com certeza’ estará na lista de indiciados

De acordo com Calheiros, a lista final de indiciados do relatório contará com “um pouco mais” de trinta pessoas

O relator da CPI da pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O relator da CPI da pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Política

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), declarou nesta terça-feira 5 que o relatório final da CPI “com certeza” pedirá o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro. “Nós não vamos falar grosso na investigação e miar no relatório. Ele com certeza será sim, (indiciado) pelo que praticou”, disse o relator.

 

 

 

De acordo com Calheiros, a lista final de indiciados do relatório contará com “um pouco mais” de trinta pessoas. O relator afirmou que o texto deve estar pronto no próximo dia 15, quando começará a ser apresentado a outros parlamentares e juristas.

“A partir do dia 15, vou estar com o relatório pronto e vou conversar individualmente com cada membro da comissão parlamentar. Até lá, continuaremos os debates, ouvindo juristas e escolhendo os tipos penais que nós vamos utilizar”, afirmou nesta terça, em entrevista a jornalistas.

Apesar de a cúpula do colegiado ter entrado em acordo de que, nesta reta final de trabalhos, não será possível agendar as oitivas do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do ministro da Economia Paulo Guedes, Calheiros afirmou que o ideal seria que a comissão aprovasse questionários que deveriam ser enviados aos ministros ainda hoje. O relator afirmou que, se aprovados, ele espera uma resposta dos ministros até o final da semana.

Renan Calheiros descartou a possibilidade de os ministros não responderem ao questionário proposto pela comissão. “Você acha que essa gente vai deixar de responder a Comissão Parlamentar De Inquérito? Vão ter que responder”, declarou.

 

Cerimônia com representantes de vítimas

Com relação ao relatório final, Calheiros declarou que no dia 19 deste mês será realizada uma cerimônia de encerramento dos trabalhos da CPI com representantes de vítimas da covid-19 de todos os Estados brasileiros. Após a cerimônia, senadores irão para a comissão para realizar a leitura do relatório final de redação, e no dia 20 o texto deve ser votado.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem