Contra polarização, terapeutas oferecem cuidados a deputados

Tratamentos vão desde os mais tradicionais, como psicoterapias, até o universo “holístico”, como Reiki e leitura de aura

Contra polarização, terapeutas oferecem cuidados a deputados

Política

A posse dos 94 deputados que assumem os mandatos na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), nesta sexta-feira 15 teve um momento inusitado.

Foi lançado, dentro do Palácio 9 de Julho, um projeto que vai oferecer terapias aos eleitos. “A ideia é trazer uma base de cuidados, para que eles não se sintam sozinhos durante o mandato”, explica a idealizadora Evelyn Gomes.

A plataforma vai conectar parlamentares e terapeutas interessados em atuar voluntariamente dentro da Alesp. Os tratamentos vão desde os mais tradicionais, como psicoterapias, até o universo “holístico”: Reiki, leitura de aura e massagem ayurvédica.

Evelyn e mais seis terapeutas bateram à porta de todos os gabinetes. A lista de interessados, diz ela, vai de Valéria Bolsonaro – esposa de um primo distante do presidente – aos parlamentares do PSOL, Partido Novo e PT. “Até a bancada da bala nos recebeu bem.”

Leia também: No grito, PSL força nome de Janaína Paschoal para presidir a Alesp

Diante de um plenário renovado e fragmentado, ela encontrou um bom tubo de ensaio para descobrir a viabilidade da ideia . “Queremos testar, depois de quatro anos, quais seriam os resultados desse projeto”.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editora-executiva do site de CartaCapital

Compartilhar postagem