Política

Com metralhadora, policiais interrogam professores sobre ato contra Bolsonaro

Grupo estava reunido em sede de sindicato em Manaus, capital que o presidente visitará nesta quinta-feira 25

Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR
Apoie Siga-nos no

Policiais Rodoviários Federais armados interrogaram professores sindicalizados que se reuniam em Manaus (AM), na terça-feira 23, para planejarem uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que visitará a cidade nesta quinta-feira 25.

Nas redes sociais, o professor de História Yan Evanovick relatou que os policiais chegaram ao local com uma metralhadora. “Eu havia acabado de sair da sala para beber água e me deparei com os policiais e a ponta de uma metralhadora. Cheguei a pensar que eles eram do sindicato dos policiais e de repente estavam ali para aderir ao movimento. Fomos falar com eles e eles falaram que estavam cumprindo ordem do Exército Brasileiro”, afirmou o docente, ao site UOL.

Evanovick informou que a reunião havia sido marcada para as 17h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Amazonas (Sinteam), no centro de Manaus. Os policiais teriam chegado meia hora antes e afirmado que acompanhariam a reunião. Em seguida, entraram numa das salas do sindicato e fizeram perguntas sobre o ato e seus organizadores.

A pauta da reunião, segundo os professores, era sobre um protesto que realizariam contra o corte de recursos na educação e em defesa da preservação ambiental da Amazônia. Ao jornal Folha de S.Paulo, o Comando Militar da Amazônia negou que tenha orientado a intervenção dos policiais no local. A Polícia Rodoviária Federal não se pronunciou sobre o assunto.

O presidente Bolsonaro irá a Manaus para uma reunião do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS). Bolsonaro deve estar acompanhado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.