…

Cid Gomes se exalta com vaias e diz que o PT vai “perder feio”

Política

Está cada vez mais distante e difícil a formação de um aliança democrática para impedir a vitória de Jair Bolsonaro, do PSL. Um evento no Ceará destinado a cerrar fileiras em torno da candidatura do petista Fernando Haddad descambou para um embate entre Cid Gomes, irmão de Ciro e eleito senador pelo estado, e militantes do PT.

Leia também:
O Messias e o Espírito Santo

Em seu discurso, Cid Gomes elogiou Haddad, mas logo em seguida fez menção aos erros do PT na campanha e pediu um mea culpa do partido. Ao ouvir as primeiras vaias, o senador eleito exaltou-se e partiu para o ataque. Disse que Haddad iria “perder feio” por causa do comportamento de alguns integrantes da legenda, que se acham “donos da verdade” e acreditam que os fins justificam os meios. “Vai perder feio e isso é bem feito”, repetiu, sob apupos da plateia.

Segundo o ex-governador cearense, o “PT criou Bolsonaro” e o “Brasil é democrático e não aceita ser tutelado”. 

Assista ao vídeo:

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem