"Total desconhecimento", disse Carlos sobre o vice de seu pai, Hamilton Mourão

Carlos Bolsonaro sai em defesa de Olavo de Carvalho e ataca Mourão

Filho do presidente está no meio da troca de farpas entre o guru do presidente e o vice militar

Carlos Bolsonaro sai em defesa de Olavo de Carvalho e ataca Mourão

Política

A disputa entre olavistas e militares dentro do governo Bolsonaro parece longe de uma trégua e o clima de tensão só aumenta. Dessa vez foi o filho do presidente e principal articulador, Carlos Bolsonaro, que entrou na discussão. Nesta terça-feira 23, o vereador do Rio de Janeiro saiu em defesa do guru do presidente, o astrólogo Olavo de Carvalho, e atacou o vice Hamilton Mourão.

 

Em seguida, Carlos compartilhou em seu Twitter a foto de um convite para uma palestra do vice Mourão nos EUA. No texto do convite, há críticas ao governo de seu pai.

O filho do presidente criticou,  também, o fato de o vice-presidente ter curtido um twitter da jornalista Raquel Sheherazade no qual ela elogia Mourão e critica o governo Bolsonaro.

A causa da briga entre os bolsonaristas

No domingo 21, o presidente Jair Bolsonaro postou, em sua conta do YouTube, um vídeo sobre  Olavo de Carvalho no qual o astrólogo diz que, desde Euclides da Cunha, a única contribuição dos militares à cultura nacional foi ‘cabelo pintado’ e ‘voz empostada’. Ficou subentendido que o presidente endossava as declarações do guru.

“Esse pessoal subiu ao poder em 1964, destruiu os políticos de direita e sobrou o quê? Os comunistas. E os comunistas tomaram o poder. E nós livramos o país do comunismo? Não, nós entregamos o país ao comunismo. Se tivessem vergonha na cara, assumiriam o seu erro”, diz Olavo.

O vídeo foi apagado do canal do presidente na noite de domingo. Depois disso, Carlos Bolsonaro compartilhou a publicação em seu próprio canal no YouTube.

Mourão comentou sobre um vídeo postado na conta de Bolsonaro: “Em relação ao Olavo de Carvalho, mostra o total desconhecimento dele de como funciona o ensino militar. Acho até bom a gente convidar ele para ir nas nossas escolas e conhecer. E acho que ele, Olavo de Carvalho, deve se limitar à função que ele desempenha bem, que é de astrólogo. Pode continuar a prever as coisas que ele é bom nisso”, disse o vice-presidente para jornalistas.

“Olavo de Carvalho perdeu o timing e não sabe o que está acontecendo no Brasil, até porque ele mora nos Estados Unidos. Ele não está apoiando o governo e não está sendo bom para o governo”, afirmou.

Em seguida, o guru de Bolsonaro respondeu o vice-presidente: “Apelar ao rótulo de “astrólogo” é argumento digno do Bundadelli”.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem