Câmara de Guarulhos suspende servidores que não se vacinaram

Portaria com a determinação foi publicada na última sexta-feira 22

Profissional de saúde manuseia vacina da Pfizer. Foto: Thomas Lohnes/AFP

Profissional de saúde manuseia vacina da Pfizer. Foto: Thomas Lohnes/AFP

Política,Saúde

O presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, Fausto Martello, assinou uma portaria suspendendo os servidores que não comprovaram vacinação contra a Covid-19.

 

 

O texto cita como base a portaria municipal de setembro de 2021 que obriga todos os funcionários da administração pública direta e indireta a se imunizarem contra o novo coronavírus.

A portaria, publicada no Diário Oficial do município da última sexta-feira 22, trazia os nomes dos funcionários e também de vereadores com os contratos de trabalho suspensos.

Em nota enviada hoje 25, entretanto, a Diretoria Administrativa de Pessoal informou que a lista estava desatualizada, devido a um erro do serviço médico da câmara municipal.

Segundo o comunicado, todos os vereadores já estão imunizados contra a Covid-19. A previsão é que seja publicada amanhã 26, no Diário Oficial, a lista atualizada com os servidores que ainda não tomaram a vacina.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias brasileira, pública e de acesso livre, gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Compartilhar postagem