Política

Cade se tornou instrumento de polícia política, diz governo de SP

Após acusação de ter autorizado formação de cartel no metrô, governo diz que órgão quer prejudicar administrações do PSDB

Após acusação de ter autorizado formação de cartel no metrô, governo diz que órgão quer prejudicar administrações do PSDB
Após acusação de ter autorizado formação de cartel no metrô, governo diz que órgão quer prejudicar administrações do PSDB
Apoie Siga-nos no

O governo de São Paulo acusou o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão ligado ao Ministério da Justiça, de atuar como “instrumento de polícia política” para prejudicar as administrações do PSDB. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

A afirmação ocorreu após o jornal divulgar que a empresa alemã Siemens teria entregado documentos nos quais afirma que o governo paulista tinha conhecimento e autorizou a formação de um cartel para licitações de obras na linha 5 do metrô na capital.

O  secretário-chefe da Casa Civil do governo Alckmin, Edson Aparecido (PSDB), definiu as acusações como “pura calúnia”. “O que estamos vendo é um desvirtuamento de um importante órgão de Estado que deveria garantir a livre concorrência, mas se tornou um instrumento de polícia política. A memória de Mario Covas tem sido enxovalhada”, afirmou à Folha.

O cartel teria começado no ano 2000, ainda no governo de Mário Covas (PSDB). O esquema seguiu na administração do também tucano Geraldo Alckmin (2001-2006) e o primeiro ano de José Serra em 2007.

Segundo Aparecido, o Cade tem negado acesso às informações das investigações e realizado “vazamento seletivo” de acusações para a imprensa.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.