Bruno Covas recebe alta médica após 23 dias de internação

Prefeito deve retomar atividades na semana que vem, mas médicos recomendam evitar aglomerações

O prefeito Bruno Covas teve confirmado o diagnóstico de um câncer na cárdia Crédito: Covas_Roberto Casimiro FotoarenaBruno

O prefeito Bruno Covas teve confirmado o diagnóstico de um câncer na cárdia Crédito: Covas_Roberto Casimiro FotoarenaBruno

Política

O prefeito de São Paulo Bruno Covas terá alta nesta quinta-feira 14 do Hospital Sírio Libanês, onde se encontra internado há 23 dias para tratamento de um câncer na região do estômago. O anúncio foi feito pela equipe médica liderada pelo infectologista David Uip, em um auditório no hospital.

Bruno Covas deve voltar ao gabinete na próxima semana, com a orientação de evitar eventos e aglomerações. Ele já passou por duas sessões de quimioterapia e deve fazer a terceira. Segundo a equipe médica, Covas vem reagindo bem ao tratamento.

Covas deu entrada no hospital no dia 23 de outubro para tratar de uma erisipela (tipo de infecção na pele). Na sexta-feira 25, a equipe médica detectou trombose venosa das veias fibulares. No sábado, porém, novos exames constataram o surgimento de uma tumoração no trato digestivo. Por fim, um último exame realizado no dia 3 detectou um novo coágulo no átrio direito.

A quimioterapia poderia ser feita de maneira ambulatorial, mas a internação se alongou devido ao tratamento de uma embolia pulmonar e, depois, a um coágulo, que diminuiu nos últimos dias.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem