Política

Bolsonaro gastou mais de R$ 655 mil para participar de atos do 7 de Setembro

Os gastos com dinheiro público no cartão corporativo do presidente foram classificados como sigilosos

O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO, EM SÃO PAULO, NO 7 DE SETEMBRO. FOTO: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP
O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO, EM SÃO PAULO, NO 7 DE SETEMBRO. FOTO: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP
Apoie Siga-nos no

Para participar de dois atos antidemocráticos realizados no dia 7 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro gastou mais de 655 mil reais em dinheiro público.

O valor foi divulgado pelo pela própria Secretaria-Geral da Presidência, comandada por Luiz Eduardo Ramos, no último dia 5, em resposta a um requerimento da Comissão Financeira de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados, aprovado ainda em setembro.

De acordo com o documento, Bolsonaro gastou mais de 295,3 mil reais para acompanhar a bandeira do Brasil sendo hasteada em Brasília. Os gastos seriam a soma da montagem de uma infraestrutura, segurança e alimentação dos militares e agentes.

Em São Paulo, onde Bolsonaro ameaçou não cumprir mais decisões proferidas pelo ministro Alexandre de Moraes, o presidente torrou mais de 360 mil reais para custear transporte terrestre, passagens aéreas, gastos com telefonia e diárias.

Nos dois casos, os valores também incluem gastos com cartão corporativo, mas sem a descrição do que teria sido comprado em cada caso, já que desde 2019 o governo federal impõe sigilo nestas contas.

Confira a íntegra da resposta do governo federal ao requerimento:Resposta Sec. Geral Presidência - Gastos 7 de setembro

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.