Política

Bolsonaro compartilha vídeo que culpa governadores pela crise

A crítica ocorre um dia após o pronunciamento oficial do presidente, que utilizou um tom mais moderado para falar sobre o coronavírus

Presidente Jair Bolsonaro. Foto: PR
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar os governadores por medidas de isolamento adotadas contra o coronavírus. Nesta quarta-feira 01, o presidente compartilhou um vídeo em suas redes sociais de um trabalhador dizendo que “a culpa é dos governadores, porque o presidente está brigando por uma paralisação responsável”. Enquanto fala, o rapaz mostra o Ceasa de Belo Horizonte que se encontra vazio.

Na publicação, Bolsonaro escreveu que “não é um desentendimento entre o presidente e alguns governadores e alguns prefeitos, são fatos e realidades que devem ser mostradas”. “Depois da destruição não interessa mostrar culpados”, disse o ex-capitão.

A crítica foi feita um dia após o pronunciamento oficial do presidente, que utilizou de um tom mais moderado para falar sobre a crise do coronavírus. No discurso, o presidente insistiu em citar o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, para se referir aos trabalhadores informais.

Apesar de a OMS já ter rebatido a distorção e esclarecido que defende o isolamento social, Bolsonaro voltou a citar a entidade para validar sua preocupação com trabalhadores informais.

“Minha preocupação sempre foi salvar vidas, tanto as que perderemos pela pandemia, quanto aquelas que serão atingidas pelo desemprego, violência e fome. Me coloco no lugar das pessoas e entendo as suas angústias. As medidas protetivas devem ser implementadas de forma racional, responsável e coordenada. Nesse sentido, o doutor Tedros Adhanom, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, disse saber que ‘muitas pessoas, de fato, têm que trabalhar todos os dias para ganhar seu pão diário’”, disse.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.