Bolsonaro anuncia corte em investimento para faculdades de humanas

Para Bolsonaro, a função do governo é investir em cursos que melhorem a sociedade em sua volta

Bolsonaro anuncia corte em investimento para faculdades de humanas

Educação,Política

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, na manhã desta sexta-feira 26, que o governo vai deixar de investir em faculdades de cursos de humanas como filosofia e sociologia para dar mais dinheiro a cursos como engenharia, veterinária e medicina. O anúncio foi feito pelas redes sociais. O pesselista contou que está estudando o caso junto de seu ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Na noite desta quinta-feira 25, em sua live semanal no Facebook, Bolsonaro estava com o ministro da Educação e os dois disseram que estavam estudando sobre o caso. Weintraub disse que está se inspirando no Japão, país que, segundo ele, cobra de faculdades de humanas para investir em cursos que têm retorno para a sociedade.

 

Os dois garantiram que as pessoas que já estão estudando não serão afetadas pela medida. Bolsonaro disse, também, que a função do governo é investir em cursos que melhorem a sociedade em sua volta, desconsiderando a importância de cursos de humanas.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem